Teoria do Campo Ak√°shico de Ervin Laszlo

livro ciencia e o campo akashico de ervin laszlo

¬†“A Ci√™ncia e o Campo Ak√°shico” de Ervin Laszlo √© um livro que explora a teoria do campo Ak√°shico, que √© uma suposta rede c√≥smica de energia e de informa√ß√£o que permeia todo o universo e cont√©m informa√ß√Ķes sobre tudo o que j√° aconteceu. O livro aborda t√≥picos como a hist√≥ria da teoria do campo Ak√°shico, a f√≠sica qu√Ęntica, a consci√™ncia e o papel do campo na evolu√ß√£o da humanidade.

O autor argumenta que o campo Ak√°shico pode ser acessado por meio da medita√ß√£o e que isso pode levar a uma maior compreens√£o do universo e de n√≥s mesmos. Ele tamb√©m discute a import√Ęncia da conex√£o entre a ci√™ncia moderna e a sabedoria espiritual antiga e como a teoria do campo Ak√°shico pode ajudar a unir esses dois campos.

Ele argumenta que a ciência pode se beneficiar de uma abordagem mais holística e espiritual, e que o campo Akáshico pode ser uma fonte importante de conhecimento para a humanidade.

O livro é uma leitura interessante para aqueles que buscam uma compreensão mais profunda da natureza do universo e do nosso lugar nele.

MAIS SOBRE ERVIN LASZLO

Ervin Laszlo √© um fil√≥sofo e cientista de sistemas h√ļngaro, nascido em 1932. Ele √© conhecido por suas contribui√ß√Ķes para a teoria dos sistemas e para a filosofia da ci√™ncia. Al√©m disso, ele √© conhecido por suas pesquisas em parapsicologia e por suas ideias sobre a consci√™ncia.

Laszlo escreveu mais de 80 livros, incluindo “A Plenitude do Cosmos”, O Ponto do Caos” e “A Ci√™ncia e o Campo Ak√°shico”. Ele tamb√©m fundou o Clube de Budapeste, uma organiza√ß√£o sem fins lucrativos que se dedica a promover a sustentabilidade global, a √©tica e a espiritualidade.

Laszlo recebeu vários prêmios e honrarias em reconhecimento à sua carreira, incluindo o Prêmio Goi da Paz em 2001. Ele continua a escrever e dar palestras sobre uma ampla gama de tópicos relacionados à ciência e à espiritualidade.

A Ciência e o Campo Akáshico

‚ÄĘ O organismo vivo apresenta extraordin√°ria coer√™ncia: todas as suas partes est√£o multidimensionalmente conectadas com todas as outras partes de maneira din√Ęmica¬†e quase instant√Ęnea.

O que acontece com uma c√©lula ou √≥rg√£o tamb√©m acontece, de alguma maneira, com todas as outras c√©lulas e √≥rg√£os ‚ÄĒ uma conex√£o que¬†lembra (e de fato sugere) o tipo de ‚Äúentrela√ßamento‚ÄĚ que caracteriza o comportamento dos quanta no microdom√≠nio.

‚ÄĘ O organismo tamb√©m √© coerente com o mundo ao seu redor: o que acontece no ambiente externo ao organismo √© refletido de v√°rias maneiras em seu ambiente¬†interno. Gra√ßas a essa coer√™ncia, o organismo pode evoluir em sintonia com seu ambiente.

A constitui√ß√£o gen√©tica de um organismo, mesmo que seja um organismo¬†simples, √© t√£o complexa, e seu ‚Äúajuste‚ÄĚ ao ambiente √© t√£o delicado, que na aus√™ncia de uma tal ‚Äúsintonia entre o interior e o exterior‚ÄĚ as esp√©cies vivas n√£o poderiam¬†sofrer muta√ß√£o em formas vi√°veis antes que fossem eliminadas pela sele√ß√£o natural.

O fato de o nosso mundo n√£o ser povoado apenas pelos tipos mais simples de¬†organismos, tais como bact√©rias e algas azuis-verdes, se deve, em √ļltima an√°lise, ao tipo de ‚Äúentrela√ßamento‚ÄĚ que ocorre entre genes, organismos, esp√©cies org√Ęnicas e¬†seus nichos dentro da biosfera.

O fato de o organismo vivo ser coerente como um todo n√£o nos surpreende ‚ÄĒ o que √© surpreendente √© o grau e a forma de¬†sua coer√™ncia. A coer√™ncia do organismo vai al√©m da coer√™ncia de um sistema bioqu√≠mico; em alguns aspectos, ela consegue¬†atingir a coer√™ncia de um sistema qu√Ęntico.

Evidentemente, se os organismos vivos n√£o devem sucumbir √†s restri√ß√Ķes do mundo f√≠sico, suas partes componentes e seus¬†√≥rg√£os precisam estar correlacionados com precis√£o, e, no entanto, com flexibilidade, uns com os outros.

desenvolvimento-pessoal-blog

Na ausência de tal correlação, os processos físicos logo desagregariam a organização do estado vivo, aproximando-o do estado inerte de equilíbrio térmico e químico, no qual a vida como a conhecemos é impossível.

Sistemas próximos do equilíbrio são, em grande medida, inertes, incapazes de sustentar processos como o metabolismo e a reprodução, que são essenciais para o estado vivo.

Um organismo s√≥ est√° em equil√≠brio t√©rmico e qu√≠mico quando est√° morto. Enquanto est√° vivo, ele se encontra num estado de¬†equil√≠brio din√Ęmico no qual armazena energia e informa√ß√£o, mantendo-as dispon√≠veis para que desempenhem e direcionem suas¬†fun√ß√Ķes vitais.

[…]

Em um organismo complexo, o desafio de se manter o equil√≠brio din√Ęmico √© gigantesco.

O corpo humano consiste em¬†alguns milh√Ķes de bilh√Ķes de c√©lulas, n√ļmero muito maior que o de estrelas da nossa gal√°xia, a Via-L√°ctea. Dessa popula√ß√£o de¬†c√©lulas, 600 bilh√Ķes est√£o morrendo a cada dia, e a cada dia o mesmo n√ļmero se regenera ‚ÄĒ uma taxa de mais de 10 milh√Ķes de¬†c√©lulas por segundo.

A c√©lula m√©dia da pele vive somente cerca de duas semanas; as c√©lulas dos ossos s√£o renovadas a cada tr√™s¬†meses. A cada 90 segundos, milh√Ķes de anticorpos s√£o sintetizados, cada um deles proveniente de cerca de 1.200 amino√°cidos,¬†e a cada hora 200 milh√Ķes de eritr√≥citos s√£o regenerados.

N√£o h√° no corpo uma subst√Ęncia que seja constante, embora as¬†c√©lulas do cora√ß√£o e do c√©rebro vivam mais tempo que a maioria.

E as subst√Ęncias que coexistem em um dado tempo¬†produzem milhares de rea√ß√Ķes bioqu√≠micas no corpo a cada segundo.¬†Independentemente do qu√£o diversificadas s√£o as c√©lulas, os √≥rg√£os e os sistemas de √≥rg√£os do organismo, em aspectos¬†essenciais eles atuam como uma unidade.

De acordo com a biof√≠sica experimental Mae-Wan Ho, eles se comportam como uma¬†boa banda de jazz, na qual cada m√ļsico responde imediata e espontaneamente √†s improvisa√ß√Ķes dos outros. A superbanda de¬†jazz de um organismo nunca para de tocar durante toda a sua vida, expressando as harmonias e melodias do organismo¬†individual com um ritmo e uma batida recorrentes, mas tamb√©m com varia√ß√Ķes incessantes.

Sempre existe algo novo, algo que resulta de uma combinação, de uma criação, e que ocorre à medida que o processo permanece em andamento. Ele pode mudar a tonalidade, a escala, mudar o ritmo ou mudar o tom, conforme a situação o exija, espontaneamente e sem hesitação.

H√°¬†estrutura, mas a verdadeira arte est√° nas incessantes improvisa√ß√Ķes, onde cada um dos m√ļsicos, por menor que seja o seu¬†papel, desfruta de m√°xima liberdade de express√£o, enquanto permanece em perfeita harmonia com o todo.

[…]

O te√≥rico alem√£o Marco Bischof resumiu a profunda vis√£o que est√° emergindo nas fronteiras das ci√™ncias da vida. ‚ÄúA¬†mec√Ęnica qu√Ęntica estabeleceu a primazia da totalidade insepar√°vel.”

Por essa raz√£o, diz ele (e as √™nfases tamb√©m s√£o dele), ‚Äúa¬†base da nova biof√≠sica precisa ser a percep√ß√£o agu√ßada da interconectividade dentro do organismo, bem como entre organismos,¬†e a do organismo com o ambiente.‚ÄĚ

[…]

como-ter-desenvolvimento-pessoal

“A Ci√™ncia e o Campo Ak√°shico”, escrito por Ervin Laszlo, explora a conex√£o entre a ci√™ncia e a espiritualidade por meio do conceito de campo Ak√°shico.

O livro apresenta ideias inovadoras sobre a natureza da realidade e o potencial humano.

Vale a pena conferir esta leitura inspiradora e ousada!

Início

Autoconhecimento

Blogging

Livraria

BLOG CRIADO COM ELEGANT THEMES
DOQU√āNTICOAOC√ďSMICO¬©
TERMOS DE USO DO BLOG
 
 

Pin It on Pinterest